quinta-feira, 26 de agosto de 2010

DESABAFOS


Posso jurar que não sou muito diferente de vc, talvez em poucos detalhes, algum como as paisagens, nomes e faces, mas possivel força em ser mulher com insegurança de menina.
Aquela que amadureceu rápido, pois as consequencias pediam.
Ainda sinto o beijo quente de minha mae em minha testa quando chegava do trabalho...não a via, já se fazia tarde, mas o perfume de sua pele não me deixava enganar.
E as estórias que me propunha a contar...mas, a quem?
De certo não haviam muitas pessoas interessadas, e as interessadas não eram presentes.
Assim como vc, mais tarde também me enganei com amigos, errei, cai de joelhos por amor e ainda há feridas, e meu orgulho ainda se encontra em cacos naquele chão.
Já chorei de alegria, já fiz xixi nas calças de tanto rir, já pulei de pára-quedas, magoei alguém, jurei um amor e me enganei comigo mesma, já salvei uma vida...também já quis perder a minha.
Aprendi com tudo...e sem isso não sou nada, perco minha identidade, não me reconheço e nem as pessoas que estão ao meu redor.
Aprendi a agradecer, aprendi a planejar como pode ser o meu dia, meu humor, como posso tratar aqueles que estão a minha volta, à partir do momento em que abro meus olhos...

e esTou com medo de me cansar de ser boazinha

Nenhum comentário:

Postar um comentário